Qual a diferença entre situação econômica e financeira?

Será que é possível uma empresa estar com boa situação econômica, mas em uma situação financeira apertada? Afinal, situação econômica e situação financeira não são a mesma coisa? Entenda as diferenças entre essas duas expressões:

O que é situação econômica?

Essa expressão tem a ver com a situação contábil da entidade, dentro de seu regime de competência. A organização com ótima situação econômica possui grande quantidade de bens e direitos constituindo seu patrimônio bruto e esses bens não foram obtidos por meio de financiamento ou aporte de terceiros. O gestor precisa avaliar periodicamente os resultados que esse Ativo está trazendo, considerando inclusive a depreciação do Ativo Imobilizado, a fim de entender se o negócio está dando lucro ou prejuízo e avaliar a dimensão efetiva de seu patrimônio.

E o que é situação financeira?

A situação financeira está relacionada ao caixa da empresa, ou melhor, diz respeito aos recursos disponíveis para cobrir suas obrigações mais urgentes. Se a empresa não tem recursos acessíveis ou suficientes para honrar seus compromissos de momento, sua situação financeira se mostra em apuros.
Dentro do plano financeiro, o gestor deve ficar de olho no corte das despesas menos necessárias ou inesperadas e adaptar as datas de seus recebimentos aos prazos das saídas de recursos da empresa para não cair no saldo negativo.

Por que é importante ter cuidado com as duas expressões?

O empreendedor precisa considerar as duas grandezas – tanto a situação econômica quanto a financeira – para entender sua saúde econômico-financeira. Isso porque uma empresa pode apresentar uma ótima situação econômica, sem ter situação financeira positiva. É o caso de, por exemplo, quando se tem muitos clientes que compraram a prazo e são inadimplentes. A empresa pode ter direitos a receber, mas não ter dinheiro suficiente para saldar suas obrigações, porque não pode contar de imediato com os recursos que tem a receber.

A mesma situação pode ser encontrada em uma empresa que tem um estoque enorme, ou seja, excessivo capital imobilizado, sem vendas suficientes para suportar seus compromissos financeiros.Por outro modo, pode-se encontrar uma empresa com situação financeira positiva e situação econômica ruim, quando, por exemplo, há dinheiro para pagar as obrigações do período, mas o ativo da entidade está em baixa ou existem muitas dívidas de empréstimos a serem quitadas no curto ou médio prazos.

Para ter uma boa gestão, o empreendedor deve ficar atento à situação financeira de seu negócio, tanto quanto à situação econômica. É importante ter boas noções dos conceitos e expressões, não apenas para facilitar a leitura e o entendimento de seus controles, mas também para ser mais capaz na elaboração de boas estratégias corporativas.
E então, como estão as situações financeira e econômica de sua empresa? Seu contador lhe entrega os demonstrativos contábeis e você os analisa? Nesse sentido, vale a pena um bate papo com ele.

Milton Braz Bonatti

Share:

Deixe uma resposta